Posts

Saiba mais sobre processo de desfralde

O processo de desfralde é muito aguardado pelos pais, que, cansados de ter que trocar as fraldas do bebê a todo momento, torcem para que ele aprenda a ter controle dessa questão biológica. Este controle será conquistado junto com diversas outras noções que seu baby passará a compreender a partir dos dois anos de idade. É nessa faixa etária que eles passam a entender mais sobre o ambiente em que vivem e adquirem mais consciência corporal.

Para que essa mudança ocorra da melhor forma, é preciso que os pais não pressionem tanto o filho e tentem ajudar de maneira natural, ou seja, entendendo os sinais físicos cognitivos e comportamentais que o bebê expressa, que demonstram que ele está criando mais autonomia, e assim, estará mais preparado para o desfralde.

Se seu filho já fica de pé ou anda, faz movimentos que se assemelham ao de evacuar na hora de fazer cocô, e possui fezes mais sólidas, isso significa que ele se manifesta fisicamente pronto para iniciar tal processo. Além disso, se ele tem a capacidade de ficar sentado paradinho por 2 a 5 minutos, consegue abaixar a cueca ou calcinha sem ajuda,demonstra com feições ou falas que deseja evacuar, e ainda demonstra estar interessado em tornar-se mais independente, também entende-se que ele expressa os comportamentos necessários para o desfralde. Por fim, as manifestações cognitivas do bebê que demonstram preparo em relação a tal processo, são a identificação do banheiro como local onde ocorrem atividades de higiene pessoal, entendimento de comandos e compreensão de que certas ações devem ser realizadas em locais específicos.

Se seu filho apresenta tais características, você poderá começar o seu desfralde, e para isso, separamos algumas dicas:
-Deixe seu pequeno ir com você ao banheiro para que ele aprenda tal habito por imitação.
-Lembre-se de disponibilizar um penico ou um suporte para vaso sanitário e banquinho para que ele suba.
-Especialistas dizem que a melhor estação para o desfralde é o verão e a primavera, então iniciar essa mudança nesta época é uma boa alternativa.
-Mesmo que seu filho seja menino é preciso ensiná-lo a fazer coco sentado, pois no início, há uma grande chance do xixi vier junto com coco.
-Vista o baby com roupas que sejam fáceis de serem retiradas pois ele precisa de aprender a se despir sozinho
-Tente não brigar ou se mostrar bravo em casos de escape de xixi ou coco pois isso pode traumatizá-lo e desincentiva-lo a continuar tentando.
-Realize o desfralde noturno apenas se o diurno já estiver acontecendo e gerando resultados positivos.

Com essas dicas vai ficar mais fácil passar por esta nova fase do seu baby! Lembre-se sempre de apoiá-lo e elogiá-lo em qualquer pequena conquista dele durante este processo. Como está sendo essa novidade para você? Compartilha aqui com a gente!

Decorações de quartos para bebês: Dicas e novidades

A hora de decorar o quarto do primeiro filho é sempre muito esperada, não é mesmo? Pois é nesse cantinho que vocês viverão momentos inesquecíveis. Pra isso, separamos algumas dicas sobre decoração que vocês irão amar!

Uma decoração mais simples

Eu sei que já passa na sua cabeça que o simples é “sem graça”. Mas aqui separamos várias ideias que vão deixar o quartinho do seu bebê uma graça sem que você tenha que gastar muito.

O primeiro passo para começar a decorar, é se planejar. É muito importante anotar tudo que você tem em mente para que não haja confusão na hora da escolha. Além disso focar nas prioridades é essencial.

Moveis e objetos essenciais

Os principais itens para um quarto de bebê são:

-cortinas

-berço

-cômoda

-poltrona

-armário

Além dos móveis, também é importante que você tenha em mente alguns objetos, como: trocador de bebê. Kit higiene, almofada de amamentação e alguns itens de decoração à seu gosto.

Paleta de cores pro quarto do bebê

Você sabia que além de colorir o quarto do bebê, as cores possuem influência no comportamento humano e despertam as nossas emoções? Pois bem, elas têm essa funcionalidade. Na primeira infância, as cores preferidas tendem a ser vivas e saturadas, estimulando a curiosidade e o foco do bebê.