Posts

Como ajudar seu filho a socializar

Não é segredo para ninguém que a amizade é um dos laços mais importantes da vida, portanto, incentivar seu filho a cultivar amizades desde cedo é essencial para que ele desenvolva essa apreciação por relações interpessoais.

Algumas crianças, no entanto, poder ter dificuldades para fazer amigos sozinhas, e é aí que entra o empurrãozinho dos pais. Nessa hora, é necessário ajudá-los a se familiarizar com a socialização.

E foi pensando nisso que separamos algumas dicas importantes para que você incentive seu filho a fazer amigos e se comunicar melhor com outras crianças.

  • Não seja superprotetor: por mais que essa dica vá contra o instinto dos pais, é importante que o filho tenha uma certa liberdade e não se sinta preso para socializar com outras pessoas. Seu filho precisa saber que pode agir naturalmente com qualquer pessoa, sem se preocupar com a reação dos pais. Além disso, o filho com pais superprotetores acaba se tornando dependente e tende a recorrer aos pais sempre que encontra alguma situação nova.
  • Sirva como exemplo: por serem as figuras mais influentes na vida de um filho, os pais devem dar bons exemplos em todos os aspectos da vida, incluindo a socialização. Mantenha laços estreitos com seus amigos e mostre ao seu filho, no dia a dia, como é bom ter relações verdadeiras.
  • Crie oportunidades para o seu filho socializar: por mais que o seu filho conheça crianças na escola, muitas vezes esse contato não é suficiente para que ele sinta vontade de criar laços. Procure levá-lo a parques, praças e parquinhos públicos para conhecer outras crianças e ter cada vez mais oportunidades. Caso você more em um condomínio, procure conhecer os pais das outras crianças e busque organizar atividades em grupo para que elas possam fazer juntas.
  • Fale sobre amizade com o seu filho: contar histórias sobre o valor e a importância da amizade é uma ótima maneira de fazer as crianças começarem a entender o quão essenciais são os laços de amizade. Existem, por exemplos, livros infantis que falam sobre esse tema e contam com ilustrações para deixar o momento de leitura mais divertido.

Tenha sempre em mente que, para fazer amizades, seu filho precisa se sentir seguro e à vontade com a socialização. Sendo assim, busque maneiras diferentes de promover cada vez mais interações para que ele se familiarize cada vez mais com elas.

Agora que você sabe as principais maneiras de ajudar seu filho a fazer amigos, que tal levá-lo para conhecer outras crianças e incentivá-lo cada vez mais?

4 dicas valiosas para estreitar os laços com seus filhos

Os laços entre uma criança e seus pais são os mais fortes e essenciais que existem. Mas, para criar e estreitar esses laços, é necessário que você promova alguns hábitos que façam com que vocês se aproximem. No entanto, nos dias atuais, crianças pequenas estão cada vez mais cercados de tecnologias como televisão, tablets e aparelhos que acabam virando concorrência ao momento com os pais.

Nesse texto, separamos alguns hábitos que você pode botar em prática hoje na sua casa para começar a vencer estes obstáculos e estreitar os laços com as crianças. Vamos lá?

  • Passe mais tempo com seu filho quando estiver em casa: por mais que pareça óbvio, se policie para dar o máximo de atenção possível para seu filho e mostrá-lo que estar com ele é parte indispensável da sua vida. Fazendo isso, o grau de intimidade de vocês tende a crescer cada vez mais.
  • Busque saber sobre os interesses do seu filho: esteja por dentro do que ele gosta de fazer, ler e ouvir. Dessa forma, vocês terão mais coisas em comum e conversarão mais. É importante, também, não impor suas vontades e gostos pessoais sobre as da criança, já que isso serviria para frustrá-lo
  • Busque atividades que vocês podem fazer juntos: incentive-o a participar de atividades manuais com você, para que ele se desligue um pouco de aparelhos eletrônicos e tenhas experiências de lazer palpáveis. Algumas das atividades que você pode sugerir são piqueniques, leituras, montagens de quebra-cabeças e amarelinha.
  • Promova sempre uma boa comunicação: para estreitar laços, é importante que seu filho se sinta a vontade para conversar com você sobre qualquer assunto, sem receio. É importante que essas abertura seja feita o quanto antes, já que ela é de extrema importância durante toda a vida. Busque ser o mais compreensivo possível, deixando claro que entende qualquer problema ou frustração que ele possa ter.

Com essas dicas em prática sua relação com seu filho tem tudo para melhorar. Os aparelhos eletrônicos e a falta de tempo não serão páreo para o esforço que você faz para mostrar ao seu filho o quanto ele é importante para você.

Click here to add your own text

Dicas de fim de ano para as mamães ocupadas

As comemorações de fim de ano já são estressantes por si só, imagina para as futuras e atuais mamães. A pressão de comparecer a eventos sociais, levar os filhos para festas e ainda ir atrás de presentes é grande.

Feriados são ótimos, mas geram muito estresse se não organizados. Por isso trazemos aqui algumas dicas para as mães lidarem com a correria do fim de ano sem esse estresse todo.

Vamos lá?

Equilibrar suas obrigações sociais.

É muito importante não se sentir na pressão de participar de todos os eventos, pois pode gerar uma sobrecarga. Manter esse equilíbrio é muito interessante.

Cuidar da saúde é essencial.

Se cuidar é um ato de carinho com você mesma, além de ser super importante. Manter uma alimentação saudável, não esquecer de exercícios físicos e ter uma boa noite de sono são fatores importantes para se manter saudável.

Organizar o tempo e fazer planos.

Manter uma boa organização é o ponto principal para conseguir fazer tudo que se planeja. Listar as responsabilidades, fazer orçamentos e planejar gastos podem ajudar na hora de se organizar melhor é importante.

Envolva sua família.

Às vezes na hora da correria esquecemos de dar atenção a todos que estão ao nosso lado. Por isso, é interessante envolver a família nas atividades do fim de ano, como embrulhar presentes juntos, preparar comida ou até mesmo decorar a casa. Vale a pena, além de ser uma atividade muito gostosa.

Peça ajuda.

Não tenha medo de pedir ajuda, use sua rede de apoio.

Passe um tempo com você mesma.

Tire um tempo para descansar e se cuidar, mamães também merecem cuidado. Não se cobre tanto e nem se encarregue de tudo para não sobrecarregar.

As dicas são essas, esperamos que você aproveite muito seu fim de ano e passe ótimos momentos em família ou até mesmo com você mesma!