Posts

Alimentação equilibrada para bebês até 2 anos de idade

Os primeiros dois anos da vida são essenciais para desenvolver gostos alimentares nutritivos que poderão perdurar a vida toda. Por isso, hoje falaremos sobre algumas dicas de como introduzir uma alimentação saudável ao seu baby.

Amamentação
É recomendado que o bebê se alimente apenas com leite materno até os seus seis meses, visto que ele oferece todos os nutrientes necessários
Novos alimentos a partir do sexto mês de vida
No sexto mês, a alimentação da criança deve conter arroz, feijões, raízes, verduras, legumes, carnes, ovo, frutas. Mas não é preciso interromper a amamentação, pois ela se faz necessária até os 2 anos de idade da criança.

Nada de açúcar!
Nestes primeiros anos, não ofereça açúcar, mel ou melado ao bebê, pois ao experimentar açúcar durante esta fase, ele terá maior preferência por alimentos não saudáveis como doces ou balas por toda a vida.

Estimule seu baby a mastigar
A mastigação é importante pois fortalece a bochecha do bebê e ajuda na formação de seus dentes e consequentemente no desenvolvimento da fala.
Ofereça comidas bem cozidas e amassadas, ao invés de alimentos triturados. Mesmo que os bebês não tenham dentes, eles conseguem esmagar e engolir alimentos.

Verduras, legumes e frutas
Tudo que nasce na terra e dá em árvores pode ser ingerido pelo bebê, por isso use e abuse das frutas e verduras para que ele cresça forte e com os nutrientes necessários.

Por fim, lembre-se de lavar bem os alimentos para evitar que haja germes que podem causar doenças. Além disso, é importante destacar que os hábitos saudáveis vão além da alimentação, sendo preciso incentivar que ele cresça ativo, estimulando atividades ao ar livre e evitando atividades que ele realize parado.

Essa fase requer muita atenção, pois alguns gostos e hábitos adquiridos nesses primeiros anos podem se manter até a vida adulta. Por isso, use nossas dicas para fazer com que seu baby se desenvolva da forma mais saudável possível.

A importância da nutrição na gestação

É essencial que toda grávida mantenha uma boa nutrição durante a gestação. Segundo as palestrantes Luane Magnago e Nicolle Fiorot, estudos apontam que tudo aquilo que a mãe consome durante a gestação e toxinas as quais ela se expõe, influenciam na saúde do bebê até sua fase adulta. Além disso, cuidar da alimentação durante a gestação previne doenças além de garantir nutrição para evitar sintomas na mãe e garantir um desenvolvimento adequado para o crescimento do bebê.  

É essencial que a gestante tenha um acompanhamento nutricional durante sua gestação. Pois ele tem como objetivo avaliar o estado nutricional da gestante; melhorar hábitos alimentares; acompanhar a ganha ou perda de peso; prevenir doenças, etc. Tendo como maior preocupação a boa nutrição, pois o bebê necessita disso!  

Dicas para uma gestação saudável: 

  • Produtos orgânicos 
  • Higienização de vegetais e frutas 
  • Comida natural  
  • Variedade de alimentos 
  • Consumo de água  
  • Sono regulado 

O que se deve evitar:  

  • Industrializados  
  • Carboidratos ruins  
  • Metais pesados (evite papel alumínio, panelas de alumínio, desodorantes com alumínio, enlatados) 
  • Plástico (não pode ser aquecido nem congelado) 
  • Adoçantes  

Separamos a gestação em três trimestres:  

1º trimestre 

  • Faça no mínimo 5-6 refeições diárias em horários regulares com intervalos de 2 a 3 horas.  
  • Evite adoçantes artificiais como: aspartame, ciclamato, sucralose e sacarina, etc.  
  • Não consuma carnes cruas e mal passada e salada crua fora de casa (podem ter contaminação por toxoplasmose).  
  • Faça a higienização correta das verduras e legumes em casa.  
  • Diminua o consumo de sal. 
  •   Exclua alimentos industrializados e refrigerantes 
  •   Evite o consumo de bebidas que contenham cafeína: café, chocolate, chás.  
  • Evite açúcares, frituras, farinhas refinadas, alimentos condimentados, enlatados, corantes, alimentos light/Diet. 

2º trimestre 

  • Corte o açúcar, doces e refrigerantes. O excesso de açúcar neste período aumenta o seu ganho de peso, inchaço e aumenta flutuações na sua glicemia e o risco de diabetes gestacional.  
  • Procure beber muita água.  
  • Aumente o consumo de fibras pois nesta fase o intestino tende a ficar mais constipado. 
  •  Diminua o consumo de sal. 

3º trimestre  

  • Aumente o consumo de alimentos ricos em ômega 3: peixes, chia.  
  •  Corte o açúcar, doces e refrigerantes. O excesso de açúcar neste período aumenta o seu ganho de peso, inchaço e aumenta flutuações na sua glicemia e o risco de diabetes gestacional.  
  •  Aumente o consumo de fibras! Exemplo: farinha de banana verde, farelo de aveia, farinha de maracujá e quinoa em flocos são excelentes opções para incrementar a alimentação, controlar a glicose e incluir mais fibras. 

Gostou das dicas e informações? Aproveite muito esse momento único que é a gravidez!  

As referências de texto e créditos são da palestra do curso de gestantes das Doutoras Luane Magnago e Nicolle Fiorot.  

Instagram das palestrantes: @luanenutricionista @nicollefiorotnutri